Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

From Kibera with Love

Mäyjo, 24.03.14

Hoje foi um dia diferente, a Marta veio até à escola falar do seu projeto: From Kibera with Love.

 

Os alunos ficaram a ver que aquilo de que tantas vezes se fala nas aulas é realidade no mundo lá fora... mesmo que isso signifique outro continente e milhares de quilómetros de distância.

 

Este é um projeto que nasceu de um sonho que um dia criou assas e voou pelo Mundo! {#emotions_dlg.heart}

 

Segue a página do Facebook, fica a ver o que ela faz com e por estas crianças 

 

 

 

e acredita que TU também podes ajudar a mudar a vida destas crianças! 

 

 

 

 

Mesmo que não possas contribuir monetariamente há sempre algo que poderás fazer!

 

To Kibera with Love{#emotions_dlg.heart}

 

 

 

 

9 Factos ridículos sobre água que não vais acreditar que são verdadeiros em 2014

Mäyjo, 24.03.14

Mas eles são verdadeiros!

1.  768 milhões de pessoas não têm acesso a água potável.

2.  Isso é aproximadamente do tamanho da Europa - e mais que o dobro da população dos EUA.

Isso é mais ou menos do tamanho da Europa - e mais que o dobro da população dos EUA.

3.   Mulheres e meninas carregam a maior parte da carga (70%) de obtenção de água potável; um sério corte no seu tempo para o trabalho, estudo ou coisas como esta:

9 Fatos ridícula sobre água que você não vai acreditar são verdadeiras em 2014

4.  Na África subsaariana, as pessoas gastam 40 bilhões horas por ano apenas caminhando para ir buscar água.

Na África subsaariana, as pessoas gastam 40 bilhões horas por ano apenas caminhando para coletar água.

5.  Fraco acesso à água potável e saneamento moderno causa perdas económicas estimadas em 260.000 milhões dólares anualmente em países em desenvolvimento.

9 Fatos ridícula sobre água que você não vai acreditar são verdadeiras em 2014

6.  185 milhões de pessoas dependem de rios e ribeiros para terem água potável - alguns deles extremamente poluídos.

185 milhões de pessoas dependem de rios e córregos para sua água potável - alguns deles extremamente poluído.

7.   A água é um assassino. A água suja espalha doenças como a diarréia, que mata 1600 crianças com menos de 5 anos a cada dia.

9 Fatos ridícula sobre água que você não vai acreditar são verdadeiras em 2014

8.  O acesso à água potável e saneamento básico podem melhorar a frequência escolar das meninas de forma significativa.

O acesso à água potável e saneamento básico podem melhorar a freqüência escolar das meninas de forma significativa.

A matemática é simples - para cada hora que elas não gastam a ir buscar água, podem gastá-lo na sala de aula! 

E manter as meninas na sala de aula por mais tempo é crucial para o desenvolvimento de qualquer país.

9.  Vamos terminar com uma boa notícia. 

Desde 1990, cerca de 2,1 bilhões de pessoas passaram a ter acesso à água potável.

9 Fatos ridícula sobre água que você não vai acreditar são verdadeiras em 2014

Bastante impressionante, considerando que a população atual da Terra é de 7 bilhões. Mas não é o suficiente - nós temos que continuar até que todos tenham acesso à água potável. Esse é um dos objetivos da UNICEF. 

Saiba como estão tentando fazer isso acontecer aqui , e diga-lhes o que a água significa para você aqui .

Ártico poderá deixar de ter gelo no Verão a partir de 2016

Mäyjo, 24.03.14

Ártico poderá deixar de ter gelo no Verão a partir de 2016

 

No Verão de 2016, é provável que o Ártico deixe de ter gelo, de acordo com um estudo Departamento de Energia dos Estados Unidos liderado por um cientista da Marinha daquele país. Caso este fenómeno ocorra, ele chegará 84 anos antes das actuais projecções dos investigadores.

A investigação critica os modelos globais do clima mas, também, a maioria dos regionais, notando que “muitos dos processos árticos são omitidos ou mal representados na maioria deles, que não levam em conta feedbacks importantes de vários componentes do sistema.”

O estudo conclui que as mudanças abruptas no Ártico “podem ter ramificações importantes para o nível global do mar, a circulação termoalina e o orçamento de calor dos oceanos, os ecossistemas, comunidades nativas, exploração de recursos naturais e o transporte comercial.”

A previsão é arriscada e, certamente, não é partilhada pela comunidade científica. É certo que, nos últimos 15 anos, a área perdeu cerca de 2 milhões de quilómetros quadrados de gelo, mas a extensão total está, aproximadamente, em 10 milhões de km2,. Parece difícil, assim, que as projecções norte-americanas estejam correctas.

A situação na Antártica não é menos dramática. As últimas medidas feitas pelo satélite Cryosat, da Agência Espacial Europeia, mostram que a região perde cerca de 150 km cúbicos de gelo por ano em média, apenas de sua parte ocidental.

 

Foto:  NASA Goddard Photo and Video / Creative Commons